Por que seu Copy precisa de uma Grande Ideia?

Grande Ideia

Hoje iremos abordar um assunto bastante controverso e que gera muita polêmica no Marketing Digital, principalmente no Brasil.

Você entenderá a importância de ter uma “grande ideia” no seu Copy.

O tema Big Idea começou a ser abordado no Brasil nos últimos 3 anos e desde então ele tem dividido opiniões e gerado bastante polêmica…

Essa controvérsia ocorreu porque houve um grupo de pessoas que assumiram a Big Idea como um fanatismo fundamentalista, supervalorizando esse termo.

Enquanto outras pessoas, talvez por não se identificarem com isso, começaram a demonizar e boicotar a Big Idea.

Nosso objetivo neste artigo é trazer para você um entendimento claro, sereno e equilibrado sobre esse assunto.

Pretendemos aqui, abrir a sua mente para entender a essência por trás do conceito de Big Idea sem se prender a nenhum dos dois extremos. 

Dessa forma, você poderá ter seu próprio entendimento sobre esse assunto e poderá aplicar esse conhecimento nos seus projetos de copy sem se prender muito à teoria.

Vamos dizer, provar e comprovar a importância de ter uma Big Idea no seu copy.

Ao final deste artigo você entenderá porque ter uma grande ideia fará uma enorme diferença nos seus resultados.

E se você ainda está em dúvida se seu copy realmente precisa de uma grande ideia…

A resposta é sim, você precisa de uma grande ideia!

E veremos como transformar uma ideia comum em uma grande ideia; e como e quando isso acontece.

Esse é um tema bastante abstrato que costuma deixar as pessoas confusas e se questionarem: 

“O que faz uma ideia se tornar uma grande ideia?”

Inclusive é um tema muito confuso, pois poucas pessoas entendem como colocar esse conhecimento em prática no Copy.

Mas relaxe, pois estamos aqui pra desmistificar tudo isso! 

Ter uma ideia forte é crucial para o seu copy gerar resultados satisfatórios, por isso vamos iniciar esse tema estudando as características que tornar uma ideia grande!

Ao invés de criar uma paranóia de buscar alucinadamente a ideia perfeita pro seu copy, foque em encontrar uma ideia que seja boa o suficiente para ser testada no mercado.

Mas antes de seguir, vou apresentar uma imagem que mostra uma informação essencial para se saber sobre copy.

A imagem acima mostra 3 partes do cérebro humano relacionadas a diferentes fases da nossa evolução.

A Parte 1 é chamada de Cérebro Reptiliano (ou se preferir sua versão mais gourmet, pode chamá-la de Crocodilo Brain), essa é a região mais antiga do cérebro e controla nossos instintos de sobrevivência… Por exemplo, se você estiver atravessando uma rua e vier um carro na sua direção, você não vai ficar parado pensando se deve sair da frente ou não… Muito pelo contrário, você vai automaticamente sair do lugar por puro instinto de sobrevivência.

Esse conhecimento é extremamente importante para o Copywriting porque as formas como as pessoas se comportam nas suas decisões de compra acontecem no Cérebro Reptiliano.

Nossos padrões fixos de ação e nosso processo decisório acontecem nessa região do cérebro.

Porém, muitas vezes as pessoas tentam convencer os prospectos a comprar através de lógica, mas isso não costuma dar certo, não é assim a maneira ideal de persuadir alguém.

Na verdade o ideal é você focar no Cérebro Reptiliano, pois ele evoluiu de certa forma a economizar energia, pois os recursos ao longo do nosso processo evolutivo eram bastante escassos e até hoje nosso cérebro é programado pra economizar energia.

Processo Decisório e Economia de Energia

E no intuito de maximizar a economia de energia, o nosso cérebro criou 3 filtros para selecionar informações que merecem a nossa atenção, no meio de tantas outras informações consideradas descartáveis e desinteressantes.

E o mais interessante é que esses 3 filtros agem de forma inconsciente, você nem se dá conta quando eles entram em ação. 

São eles:

1- Simplicidade – Isso é simples? Se for complexo vou ignorar. Ou seja, como o cérebro deseja economizar energia, se a informação transmitida no seu copy for complexa e de difícil entendimento, será mais difícil vender.

2- Novidade – Isso é novo ou único? Se eu já conheço, então não preciso prestar atenção. Ou seja, as pessoas se interessam pelo o que é novo, se for mais do mesmo não vale a pena perder tempo com isso.

3- Relevância – Isso é importante? Pode me ajudar ou prejudicar? Ou eu posso ignorar? Ou seja, a informação contida no Copy precisa ser relevante, pra chamar e pra prender a atenção do prospecto, se for uma informação inútil, irá provocar evasão ou fuga.

Perceba que o cérebro usa esses 3 filtros para conservar energia.

Por isso, quando eu e o Iago pensamos em uma nova ideia passamos ela por esses 3 filtros para validá-la e decidir se é uma ideia boa o suficiente para ser testada no mercado.

A Melhor Definição de Big Idea

Vamos ver agora uma das melhores definições sobre Big Idea, cuja autoria é de David Ogilvy:

“Uma grande ideia é uma ideia #1 instantaneamente compreendida como #2 importante, 3# emocionante e 4# benéfica. Isso também leva a uma #5 conclusão inevitável, uma conclusão que facilita a venda do seu produto.”

Esse conceito pode ser usado como um instrumento de clareza, de compreensão do que é uma grande ideia.

Pra você entender melhor essa parte do conteúdo, vou apresentar uma analogia…

Se você já passou pela experiência de contar uma piada, mas não foi claro na sua abordagem e teve que explicar a piada pra alguém… Isso significa que você já perdeu o impacto emocional que faz a pessoa ser pega de surpresa com algo inesperado, afinal, presenciar uma situação inesperada (atípica) tende a fazer a pessoa rir instantaneamente.

Praticamente se você precisa explicar uma piada pra fazer sentido, ninguém vai rir. De maneira similar se você escreve um copy e o prospecto não entende a mensagem, a venda não vai se concretizar. Por isso sua ideia precisa ser instantaneamente compreendida.

Portanto, um bom copy precisa ser escrito numa linguagem simples e fácil de ser entendida por sua audiência. Deve funcionar como uma conversa entre amigos.

Além disso, ao desenvolver sua grande ideia verifique se ela é importante, emocionante e benéfica! E isso tende a levar o prospecto a conclusão inevitável que torna a venda possível ou permite uma maior abertura à solução que está sendo apresentada no Copy.

Vamos analisar mais a fundo esses pontos…

Elementos Essenciais de uma Grande Ideia

1- Uma grande ideia é importante

O que de fato significa isso?

Em copy quando eu falo importante, estou falando em importante pra pessoa (audiência/prospecto) e não pro copywriter ou pro expert (especialista). 

E a sua ideia também precisa estar intimamente ligada ao benefício do produto que está sendo oferecido.

O problema é que às vezes o copywriter se apaixona pela sua ideia a um nível tal que se apega irracionalmente a ela, mesmo quando a ideia não cria uma conexão direta com a pessoa pra quem ele está escrevendo.

Você não deve escrever um Copy que você ache interessante, mas sim que seja bom pra pessoa pra quem você escreve.

E outra coisa, não adianta escrever uma ideia boa, mas que não esteja intimamente ligada ao benefício do produto que está sendo oferecido.

Ou seja, deve haver conexão direta entre a sua ideia e a transformação que seu produto gera na vida da sua audiência.

2- Uma grande ideia é emocionante.

Ou seja, é algo que excita! É algo que mexe com o interior da pessoa! Que mexe com as percepções da pessoa. 

E aí fica a dica: você não vai excitar as pessoas repetindo as previsões e as promessas que os demais profissionais e a mídia estão divulgando, ou que outros especialistas já usaram. 

Logo, você deve desenvolver aversão a ideias que já foram usadas. Inovação é o caminho.

Ideias que já foram usadas são mais do mesmo, fazem parte do senso comum que não emociona ninguém. Por isso você precisa ir além do convencional.

Você precisa encontrar um novo ângulo que faça a pessoa parar o que está fazendo e prestar atenção na sua nova ideia. Você precisa violar expectativas, contrariar o senso comum.

Veja um exemplo que viola o senso comum e desperta instantaneamente e atenção das pessoas:

“Beber água faz mal a saúde… 

se você beber água com PH errado.”

Geralmente, você NÃO vai ver um médico, um nutricionista ou um atleta falando que beber faz mal pra saúde… 

Por isso, ao colocar essa mensagem nas primeiras linhas do seu copy, a pessoa paraliza porque essa informação viola a expectativa dela.

Após essa informação inicial você poderia dar continuidade no copy com a seguinte abordagem…

“Como assim, beber água faz mal a saúde? Você deve estar se perguntando… Pois é, se você beber água com PH errado ela pode ser mais nociva do que benéfica pra sua saúde.” 

Aí começa a fazer sentido e se torna uma mensagem importante pra pessoa continuar acompanhando seu copy.

3- Uma grande ideia é benéfica.

Ou seja, a emoção criada tem que ser benéfica para a pessoa. Tem que ser colocada de forma clara, tem que fazer a pessoa querer comprar o benefício que está sendo oferecido.

Lembrando que as pessoas não compram pensando nos produtos, mas sim nos benefícios. 

A pessoa compra a satisfação futura de não ter mais um determinado problema, que só foi possível graças um determinado produto.

Ou compra a satisfação futura de realizar o desejo que foi possível por causa do produto.

O produto é apenas o veículo que permite que o benefício aja na vida dela.

O produto é apenas o meio para a pessoa ter seu o desejo realizado.

Após ter esses elementos se pergunte: “O que a pessoa ganha de fato com isso?”

Por que essa é a pergunta que vem na cabeça das pessoas quando está sendo impactada por um copy… E isso precisa estar claramente respondido no seu copy.

4- Uma grande ideia leva a uma “conclusão inevitável”. 

A grande ideia deve ter um sentido claro que seja fundamentalmente simples de entender. 

Imediatamente compreendida, que faz sentido pro prospecto desde o primeiro instante que tem contato com aquela ideia. 

Assim a sua ideia tende a fixar, a colar na mente da pessoa.

Perceba que todos esses elementos estão focados na pessoa que você deseja impactar com seu copy, atingir com sua mensagem.

Por isso ao escrever um copy você deve pensar:

  • Menos no produto e Mais na pessoa.
  • Menos em quem faz e Mais em quem usa.
  • Menos de cima pra baixo e Mais de igual pra igual.
  • Menos complexo e Mais simples.

Essa é uma estrutura muito legal pra você utilizar em todo o seu copy! 

Focando em pensar no ponto de vista da pessoa que você impacta com seu copy, pensar pelo ponto de vista de quem usa, pensar na altura da pessoa com quem você fala e pensar de forma simples no contexto do seu copy… 

E só se conectando intimamente e emocionalmente com a sua audiência é possível fazer ela acreditar na sua ideia.

As melhores ideias transmitem todos esses elementos que acabei de relatar com poucas palavras.

E o melhor de tudo, a sua venda é “semi-feita” no título ou até o final do primeiro parágrafo.

Agora vamos ver alguns exemplos práticos de Grandes Ideias para você se inspirar. 

1° Exemplo (Saúde)

Como os Franceses Vivem Mais que Todos…

Mesmo comendo como reis e fumando como chaminés!

Neste exemplo o prospecto subentende uma promessa de que pode comer bastante e, mesmo sem manter hábitos saudáveis, viver mais.

Conclusão inevitável: é importante saber disso!

2° Exemplo (para jogadores de golfe)

“Incrível segredo descoberto por um golfista de uma só perna adiciona 50 metros para suas jogadas, elimina ganchos e desvios… E pode diminuir 10 tacadas do seu jogo da noite pro dia!”

(John Carton)

Um jogador de golfe de uma só perna já é algo emocionante, impressionante e que viola nossas expectativas. 

E se a pessoa impactada pelo copy tiver duas pernas, entenderá que tem uma vantagem ainda maior.

Conclusão inevitável: preciso descobrir esse segredo para dar menos tacadas e alcançar a vitória.

Para conseguir criar um copy como esse é preciso conhecer sua audiência “fanaticamente”.

3° Exemplo (para investidores)

“Fora da lei há 41 anos, e agora legalizado novamente, esse investimento gerou a maior fortuna familiar que o mundo já viu… e poderia retornar até 665% nos próximos 12 meses.”

(Mike Palmer)

Um investimento secreto que já foi ilegal excita, principalmente por ter gerado a maior fortuna da história. E ainda carrega um benefício de 665%. 

Conclusão inevitável: eu tenho que descobrir qual investimento é esse.

E com isso encerramos o conteúdo de hoje! Agradeço por nos acompanhar até aqui e parabéns por investir seu tempo no seu desenvolvimento.

Aproveite e compartilhe esse conteúdo com um amigo que precisa criar grandes ideias.

Até a próxima e grande abraço!

Gostou? Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *